Vereador Pedro Renato renuncia ao salário e ajuda Câmara de Bambuí a economizar

A partir do segundo semestre de 2017, o professor Pedro Renato Pereira Barros, optou por não receber o salário como vereador. Tal ação ajudou a Câmara Municipal de Bambuí a economizar. Com isso, o Legislativo repassou ao Executivo 50 mil reais, verba direcionada ao Hospital Nossa Senhora do Brasil e que será utilizada para reforma do velório municipal.

 

Além disso, a Câmara adquiriu um automóvel zero quilometro, permitindo que o antigo fosse doado à Secretaria Municipal de Saúde. O vereador, que é funcionário público federal, escolheu dedicar-se à política e solicitou afastamento, durante seu mandato, do cargo de professor no Instituto Federal de Minas Gerais – Campus Bambuí. “Preciso realizar um bom mandato legislativo, já que o povo de Bambuí me confiou essa importante, mas desacreditada, função política; quero dar o melhor de mim, de maneira eficaz, produtiva e honesta” comentou Pedro Renato.

 

A legislação atual permite que o vereador possa exercer as duas funções ao mesmo tempo e receber os salários que lhe são devidos. Ao afastar-se da entidade federal, o vereador teve que optar por uma das remunerações, deixando assim de receber o salário do Legislativo.

 

Esta foi uma economia significativa, que teve início no segundo semestre de 2017 e terá continuidade em 2018, o que irá possibilitar que seja repassado um valor ainda mais expressivo aos cofres públicos.

 

Fonte: Adaptado de TV Bambuí