Reuniões: Segundas-feiras, às 19 horas.

Vereadores de Bambuí encaminham requerimento aos deputados federais pedindo reprovação da PEC 287

Foi aprovado na reunião ordinária da Câmara de Bambuí, no dia 24 de março, o Requerimento nº 012/2017, o qual solicita que seja requerido aos deputados federais de Minas Gerais “a não aprovação da PEC 287, que trata da Reforma da Previdência Social, proposta pelo Governo Federal”.

 

Tal questão vem sendo debatida nas reuniões da Câmara Municipal, pois esta é uma preocupação dos edis para com a população, especialmente com os mais carentes.

 

O documento contou com a assinatura de todos os vereadores e contém a seguinte mensagem:

 

“O povo brasileiro não mais aguenta tanto descaso, desmando e desrespeito como vem sendo tratado pelo governo federal. Dentre tantas outras coisas, agora apresenta mais uma PEC, a 287, que trata da REFORMA DA PREVIDÊNCIA SOCIAL. Achamos o cúmulo do absurdo o que vem acontecendo, sempre sacrificando o povo trabalhador brasileiro com tamanho desrespeito, pois há muito desperdício e mau uso das verbas públicas em várias esferas dos governos federal, estadual e municipal. A nosso ver, deveriam fazer uma análise bem feita e assim, verão que não é justo sacrificar o povo trabalhador brasileiro a pagar rombos existentes no Brasil, pois o nosso país é muito rico, porém, grande parte das verbas públicas são mal distribuídas, podendo citar: gastos abusivos de verbas públicas em propagandas governamentais; destinações de verbas públicas para obras superfaturadas sem nenhum rigoroso acompanhamento nas execuções dessas obras, muitas das mesmas inacabadas e abandonadas pelo tempo; verbas em programas sociais mal distribuídas, sendo que existem pessoas que não precisam do benefício e estão recebendo, e muitas pessoas carentes que realmente precisam, ficando sem receber. Há também muitas verbas para mordomias e gordos salários de nossos dirigentes em todas as esferas governamentais: Executivo, Legislativo e Judiciário, isto sem falar nas gordas aposentadorias que não serão afetadas pela PEC, sendo que deveriam dar o exemplo de cima para baixo, primeiro reduzindo os benefícios dos mais ricos e poderosos, sem ser preciso sacrificar ainda mais o povo mais pobre e menos favorecido pela sorte. Diante do exposto, não é justo escravizar o povo sofrido e carente de nosso país, tirando o que lhe é de direito, pois entendemos que não são as pequenas aposentadorias e benefícios da Previdência que estão quebrando o nosso país, inclusive reavaliando e cobrando das grandes empresas e, principalmente, dos bancos, as dívidas existentes em favor da Previdência Social, que somam bilhões.

 

Diante do exposto, apresentamos esse Requerimento e esperamos poder contar com o pronto atendimento pelos SENHORES DEPUTADOS FEDERAIS pela NÃO aprovação da PEC 287, que assim estarão fazendo justiça a todos os brasileiros menos favorecidos pela sorte.”