Câmara de Bambuí solicita adiamento no pagamento do IPTU

Através de requerimento assinado por todos os edis, o presidente da Câmara Municipal de Bambuí, vereador Luciano Cardoso Gontijo, encaminhou à Prefeitura Municipal um anteprojeto, que autoriza o adiamento e parcelamento do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), relativo ao exercício de 2020, a partir do mês de julho. Segundo a matéria, o parcelamento pode ser de até 6 vezes, com início em 1º julho e o contribuinte fica isento de multas e juros no período de 1º janeiro a 30 de junho.

Para o presidente Luciano Gontijo, tal anteprojeto foi apresentado devido à “pandemia do COVID-19, que está ocasionando a paralisação das atividades comerciais, dos profissionais, das empresas, enfim, de toda a economia, gerando recessão grave e um achatamento no orçamento de todos os brasileiros, em especial da nossa comunidade, não sendo possível o cumprimento de todos os compromissos financeiros por parte dos cidadãos”.

 

A Prefeitura encaminhou um ofício com a seguinte resposta: “esse Município, observando a situação especial que vive o País, em especial o município de Bambuí, diante das ausências de receitas perante os comerciantes e trabalhadores, estabeleceu a cobrança do IPTU com a possibilidade de cobrança parcelada em 04 (quatro) prestações. Ademais, o prazo final para o pagamento total ou da 1ª parcela do IPTU vencerá em maio de 2020”.


Imprimir